Governo angolano rouba terras de cidadãos da República de Cabinda

Governo angolano rouba terras de cidadãos da República de Cabinda

Neste momento que o governo angolano se propôs em endireitar o que esta mal e corrigir o que está bem, o slogan do novo presidente angolano eleito aos 23 de Agosto de 2017, nós o povo cabindês, não nos revemos no plano da nova governação. Começando pelo uso e abuso de poder dos seus quadros. Refiro-me exactamente ao eterno Sr. Ministro dos Transportes que usando o cargo que tem para usurpar os terrenos situados no litoral de Cabinda começando nas imediações do Chiazi até a foz do rio Lulondo que separa a aldeia do Caio litoral a do Buco-Mazi (todo litoral do Caio) estas terras sempre tiveram donos que são pessoas que as tinham por herdade dos seus ancestrais. Entre os donos legítimos roubados está o senhor que na minha infância fazia chegar o pão a nossa aldeia« Sr. Pedro Cláver Pitra» como o chamamos, não há quem não o conheça em Cabinda, inclusive o menino Augusto da Silva Tomas. E como se não bastasse ter usurpado os hectares de terra dos mais velhos que ajudaram e contribuiram no tempo de guerra ao nosso povo de ter um pão, ele dá sumiço de 70 cabeças de gado bovino do mesmo Sr. ” Pitra Cláver” que por aquelas terras pastava. O meu apelo ao Presidente angolano João Lourenço é de rever as acções do seu pessoal e tomar as devidas providências, como promete em suas declarações, de ter uma governação justa, sem monopólio e livre de corrupção.
Eu nem faço parte da família Pedro Cláver Pitra, reclamo e faço essa declaração por ser uma cidadã que reconhece o trabalho de pessoas honestas que nunca dependeram do dinheiro roubado do Estado para criar os filhos e dar uma vida digna aos seus. O Augusto da Silva Tomas é um parasita que aproveita-se do nosso sofrimento para estar onde sempre esteve e nós o povo de Cabinda sabemos disso. O Sr. Pedro Cláver Pitra hoje tem 89 anos de idade, exactamente a medida em hectares da extensão das suas terras e hoje o mesmo se encontra em condições de saúde debilitado por conta da expropriação dos seus 89 hectares de terra por ordem do ministro dos Transportes, a mais de um ano até hoje não indemnizados, e nem já as 70 cabeças de gado bovino que ele mandou abduzir, nunca este pacato velho ancião viu e nem sabe do seu paradeiro. Assim mesmo está bom? É assim que vão corrigir o que está mal e melhorar o que está bom? Acredito que não. o presidente João Lourenço deve obrigá-lo a indemnizar aos seus compatriotas e a devolver as 70 cabeças de gado que até hoje não se sabe o paradeiro. A família Cláver Pitra fez a reclamação ao então Governo « o do José Eduardo dos Santos» sem sucesso, o que implica, que o Sr. Augusto da Silva Tomas tinha mesmo muito poder sobre o Zé. Queremos ver se o João Lourenço consegue pô-lo em seu devido lugar e faça-o devolver as terras ou indemnizar aos verdadeiros herdeiros das terras, ja que o Augusto Tomás disse ter apropriado as terras em nome do Estado. Pelo que sei nenhum Estados usurpa as terras do povo para o beneficio pessoal dos seus constituintes.

Ass. Carolina Luemba

Originally posted 2018-01-19 12:19:58.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *