Governo da França reconhece a validade dos documentos de Cabinda e autoridade do Presidente Lopes

Governo da França reconhece a validade dos documentos de Cabinda e autoridade do Presidente Lopes

Recebemos do Governo de Cabinda, na pessoa de seu Ministro das Relações Exteriores, General Pancrácio Bungo Lubengo, o comunicado oficial abaixo:

COMUNICADO DO GOVERNO DA REPÚBLICA DE CABÍNDA NO EXÍLIO E DA F.L.E.C

Acusação feita com planos para o assassinamento do Presidente General António Luís LOPES.

Ministro de Petróleo, Representante do Governo da República de Cabinda e da F.L.E.C, General Simão Pedro SIEWENKUEKA e o Presidente General António Luís LOPES acusados falsificadores de documentos que não existem.

A acusação foi absolvido hoje 18 de Março de 2020.

A França reconhece que o General António Luís Lopes, presidente do Governo da República de Cabínda em exilio e da FLEC, é um Combatente da Liberdade para o Povo de Cabínda e não é um malandro e os Documentos emitido pelo Governo de Cabinda no exílio são verdadeiros e válidos.

A França e outros países de liberdade reconhecem os documentos da República de Cabinda…..

O Governo De Cabinda alerta aos cidadãos Cabindeses para se dedicarem no processo de RECENSEAMENTO para a obtenção da Identificação nacional Cabindesa.

A nível da Justiça dos direitos internacionais é o Papel que Fala e não a política ….

Todo, Feito em exilio, aos 18 de Março de 2020

VIVA A F.L.E.C!

VIVA O PRESIDENTE General Antonio Luis Lopes …!

One thought on “Governo da França reconhece a validade dos documentos de Cabinda e autoridade do Presidente Lopes

  1. CABINDA É UMA TERRA QUE TODO MUNDO SABE QUE NÃO É ANGOLA ATÉ CRIANÇA DE 10 ANOS SABE QUE CABINDA NÃO É ANGOLA, QUEM DUVIDAR PODE VER NA MAPA ANGOLANA CABINDA ESTA FORA DA MAPA ANGOLANA.
    CABINDA É UM PAÍS E NÃO PROVÍNCIA DE ANGOLA, ESTÃO MUITO ENGANADOS APRENDE MAIS SOBRE CABINDA, PORQUE OS CABINDESES JÁ ESTÃO CANSADOS COM O GOVERNO ANGOLANO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *