Governo de Cabínda no exílio e da FLEC prontos para negociar retirada das tropas angolanas do territorio

O Presidente de Cabinda e Comandante-em-Chefe da FLEC-Forças Armadas de Cabinda, Antonio Luis LOPES, presidiu o encontro de cidadãos Cabindenses, patriotas e simpatizantes do governo de Cabinda no exílio em Paris no dia 25/11/2018.

Presidente de Cabinda e Comandante-em-Chefe da FLEC-Forças Armadas de Cabinda, Antonio Luis LOPES

Imagens do encontro em Paris em 25/08/2018

O tema foi a ocupação de Cabínda pelas forças angolanas do MPLA desde 8 de novembro de 1975 com a ajuda dos soldados cubanos, e as alternativas para esta situação.

Não obstante o claro diploma legal de Cabinda como nação e povo independentes, ocupados ilegalmente pelas tropas de Angola desde 1975, o Governo de Cabínda no exílio e a FLEC estão prontos para negociar retirada das tropas angolanas do território.

Para actuar na auto-defesa de Cabinda no vácuo deixado pela futura retirada das forças angolanas do MPLA, o Presidente Antonio Luis LOPES ordenou a imediata reorganização das Forças Armadas de Cabinda.

Cabinda é um Protectorado de Portugal reconhecido na conferência de Berlim na Alemanha, no dia 1 de Fevereiro de 1885 e o governo da República de Cabínda no exílio e a FLEC reivindicam a soberania de Cabínda com efeitos imediatos.

 

One thought on “Governo de Cabínda no exílio e da FLEC prontos para negociar retirada das tropas angolanas do territorio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *